Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

A preto e branco

Maio 09, 2019

P. P.

architecture-1727807_1920

 

 

    Por vezes, insistem em pintar-nos de preto e branco. Enquanto isso, nós permanecemos na nossa vida, com as nossas circunstâncias. Parece-me que, nos nossos dias, a falta de egocentrismo é prejudicial. Inusitado, mas real. Inclusive nas nossas áreas de conhecimento e profissionais.

  Estranho, pois, no meu caso, em termos de interesses e profissionais, a ciência é um conhecimento em permanente atualização, assim como as metodologias a utilizar. A discussão, fonte salutar para o progresso quando entre elementos com interesses semelhantes, surte efeitos. Com outros intervenientes, gera-se uma instabilidade insana. Isto porque, "eu sei mais do que tu", "eu sou melhor do que tu" e a eterna mentira do "eu faço"; sem que tal se verifique.
Será possível ensinar sem explorar as temáticas, refletir nos procedimentos, tirar dúvidas?.... Ah, as vidas dos nossos dias são uma novela: "Eu sei, posso e mando!"


    Lamento, mas este não é o meu mundo. Não, não sou melhor do que ninguém e muito aprendo com os alunos, independentemente do nível etário.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    P. P. 11.05.2019

    Muito obrigado, Maria, pelo seu testemunho.
    Claro que há muitos pontos comuns entre nós.
    Nestes dias de substituições, numa só turma, senti-me tão bem com o sucesso de um aluno com dificuldades acentuadas. Ele e outra menina têm pouca autoconfiança. Como os textos lidos em Port e com o momento Mindfulness da psicóloga junto da turma, mostrei-lhes que tinham de acreditar neles, não sendo como o Gato Preto do texto de Mia Couto que explorámos. Constatar que todos eles rapidamente apreenderam as minhas regras (disse-lhes que utilizaria as mesmas do 2.ºCEB), verificando o cuidado em pedir desculpa, inclusive entre eles, dar os bons dias, bater à porta antes de entrar. Acabei por relacionar tais atitudes com os de príncipes e princesas, após explorarmos "A Princesa e a Ervilha". Fiquei encantado, ao constatar como liam em inglês e traduziam aquilo que tinham lido (quantos no 2.º e 3.º CEB não o fazem!). Claro, tive que elogiar a professora. Inglês ainda não é visto como disciplina curricular no 1.ºCEB por alguns docentes. Tenho ainda de elogiar o professor titular. Quando desenvolvi atividades na educação especial, adorava estar nas aulas dele. Assumo que, por vezes estou tão fascinado com o que estão a ensinar que nem reparo que "os meus" estão distraídos.
    No dia em que escrevi este texto felizmente controlei-me junto a uma colega. Daquelas que pensam tudo saber. Repeti 3 a 4 vezes "Eu não vou discutir este assunto contigo". Acabei por escutar, sem responder "Podes ter certificação para dar formação de ciências aos professores do 1.º ao 3.º ciclo, pela UM, mas não sabes fazer experiências no Pré nem no 1.º CEB". Eu que nem obtive a acreditação recorrendo ao fator C, para a qual foi considerado meu currículo, e muito raramente tenho níveis 2 em CN, desde 97. O melhor estava para vir. Com a prof.ª que apoio no 4.º ano, participamos num projeto social da Galp. Escusado será dizer que trabalhamos na reflorestação da região. Em mais de 100 escolas, ficámos nos 5 primeiros Dia 29 estaremos em Matosinhos a apresentar o projeto. Afinal, há alguém que não sabe o que é ciência...
    Bjs mil
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    Direitos

    Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D