Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

01
Out18

A segunda temporada de O Marginal

por P. P.

 

el-gran-cambio-de-pantera-de-los-simuladores-a-el-

 

 

 

 

   Já escrevi acerca de O Marginal (El Marginal). Nesta semana, pela Netflix chegou-nos a 2.ª temporada da série. A ação decorre na prisão de alta-segurança de San Onofre, 3 anos antes da conclusão da 1.ª temporada. Ou seja, acompanhamos o processo de chegada à liderança, da maioria dos gangues dos prisioneiros, pelos irmãos Borges. 

 

   A violência e o calão estão presentes em todos os episódios, de forma sempre contextualizada. Afinal, a série retrata a realidade de muitas prisões na América Latina. Dinâmica, ação, corrupção, prostituição, sexo entre homens, tráfico de droga, motins e mentes assassinas são ingredientes de O Marginal. Saliente-se ainda, a forma como os reclusos são conduzidos para uma prisão de alta-segurança, a qual é levada a cabo sem critérios, o que, perante uma ineficaz inserção no mundo real, implica o aumento da criminalidade. Por outro lado, pessoas que praticaram pequenos delitos, inseridas no seio de criminosos muito perigosos, por forma a sobreviverem naquele espaço, são obrigadas a cometer outros delitos ou suicidarem-se.

 

   Veja o trailer.

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sussure-nos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos

Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

Wook