Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião e entretenimento, ao deambular entre dois polos

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião e entretenimento, ao deambular entre dois polos

A série Élite - problemas de identidade, sexo e...

 

Netflix-Elite

 

 

 

 

   Ontem, pela Netflix, estreou a segunda produção espanhola desta produtora, Elite. Em oito episódios, com atores de A Casa de PapelMaría PedrazaMiguel Herrán e Jaime Lorente, ao trio junta-se Itzan EscamillaMiguel BernardeauArón PiperEster Expósito ou Mina El Hammani. A série foi criada por Darío Madrona e Carlos Montero .

 

   Em Elite encontramos pontos comuns a Por 13 Razões . Insere-se na categoria de thriller para adolescentes/ jovens adultos, com classificação "para maiores de 13 anos".

 

   Após um terramoto ter destruído uma Escola pública, os alunos são distribuídos por outras. A uma privada, de elite, chamada Las encinas, chegam 3 rapazes e uma rapariga, de classes média-baixa. O choque logo se faz sentir. Por muitos, estes são encarados como uma praga. É então que tudo gira em torno de um assassinato e na procura do assassino. O que somos capazes de fazer para sermos aceites pela elite?

 

   Nesta série são abordadas questões tais como a xenofobia, as minorias religiosas e culturais, a homossexualidade e o islamismo, o consumo de drogas, o sexo a três, a corrupção, o mundo da falta de afetos, a vida precária dos professores e o que as redes sociais podem dizer a nosso respeito. 

 

   Com magníficas representações e banda sonora, Elite tem algo de "americano". Aliás, apesar da ação decorrer numa Escola Secundária, no nosso contexto tal aplica-se, sobretudo, à faculdade. Comparativamente a outras séries que vi, pouco traz de novo para reflexão e aprendizagem. O final é, a meu ver, fantástico, deixando em aberto uma próxima temporada.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.