Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

5 comentários

  • Imagem de perfil

    P. P. 08.12.2018

    Que bom!
    No meu caso, a pior foi ao nível da depressão, também ela crónica, embora muito menos intensa do que há 10 anos atrás. Não mais reconquistei o peso normal, se deixo de a não tomar surgem sintomas que aqui não descreverei e em termos neurológicos, o quanto não estarei a destruir-me...
  • Imagem de perfil

    Bipolar 09.12.2018

    A medicação, quando tem de ser tomada, tem de ser tomada e pronto. E em muitas situações, provavelmente na maioria, não deixa de ser a opção mais sensata, mesmo que se tomem outro tipo de medidas auxiliares. Passo muitas vezes por fases depressivas que chegam a durar anos e, efectivamente, não tem piada nenhuma, pelo que também acabo a ter de tomar medicação de forma sistemática. As fases maníacas, para mim, são mais fáceis de controlar, uma vez que não são muito intensas. O peso, em todas estas situações, é mais um grande problema, como se já não bastassem todos os outros. Tive fases em que ganhei peso, mas mais uma vez consegui controlar esse aspecto recorrendo a algumas estratégias que tenciono ir explicando no meu blog. Obrigado pelas respostas e parabéns pelo blog.
  • Imagem de perfil

    P. P. 09.12.2018

    Escusado será dizer o quanto é verdade aquilo que dizes.
    Pelo menos, 2 a 3 medicamentos, dois dos quais para a depressão, faço-os há anos…
    Mas o importante é estarmos bem. Sentirmos o abismo é horrível. Quando tudo o que nos rodeia parece cinzento e numa espiral infinita… Nem quero recordar.
    Com o tempo melhoramos.

    Este blogue não merece os teus parabéns, mas obrigado. Tenho escrito de forma muito irregular e há tanto que aqui não consigo expor, ao contrário do que sucedia no WordPress. O tempo tornou-me desconfiado. De repente, és capaz de deparar-te com alguém que pensavas compreender-te e nada corresponde ao esperado/idealizado. Soube usar a máscara. Também, e dentro do contexto deste post, o que faz parte de um outro, um dia, no IG fui bloqueado por um utilizador ao dizer ter tendência depressiva pois, para o iluminado, "depressão é doença de quem nada tem para fazer". Pensava que já não existiam cabecinhas tão doutas. E de alguém entre os 30-45!
    Talvez existam vidas "iluminadas". Pela estupidez? Pois, não sei.
    Abraço.
  • Imagem de perfil

    Bipolar 10.12.2018

    Segundo as teorias budistas, esse "amigo" irá reencarnar num hiper mega depressivo na próxima encarnação eheheh! Brinco, mas os budistas acreditam mesmo que as coisas funcionam assim... E eu confesso que tenho certa propensão para esse tipo de teoria. Sou novato na blogosfera, mas assisti de perto à experiência pouco feliz da minha mais que tudo, quando começou a deambular pela blogosfera, a fazer amigos e até a conhecer pessoas pessoalmente, e acabou a perceber que pessoas com questões ("issues", portanto), muitas vezes se escondem por trás dos seus perfis internéticos para serem aquilo que são na verdade mas que, muitas vezes, não têm a coragem de demonstrar ao vivo e a cores. Acho que o caro P.P. teve muita sorte em que esse utilizador o bloqueasse. Afinal de contas, evita perder tempo e desgastar-se com quem não vale a pena! Abraço!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    Direitos

    Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D