Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

As experiências sociais televisivas - de Casados à Primeira Vista a First Dates

Janeiro 07, 2019

P. P.

O carro do amor

 

    As experiências sociais, devidamente adornadas, por forma a conseguir audiências, têm tomado conta do panorama televisivo português. Ainda não muito distantes das épocas e do apogeu dos reality shows, o novo formato tem vindo a impor-se. 

    Entre coachs e psicólogos, o estudo do comportamento humano tem suscitado o interesse dos portugueses, assim como algumas das suas condicionantes, no que diz respeito ao tão almejado "amor". Por um lado, a dignificação de profissões impreteríveis ao nosso equilíbrio. Por outro, o elemento presente nas nossas relações mais elementares.

   Os programas Casados à Primeira Vista e O Carro do Amor, que julguei não ver nem preferir as versões nacionais, face às de outros países, têm evidenciado a importância do envidar de esforços por parte das partes envolvidas, num relacionamento, mesmo quando a ciência aponta para o casal ideal. As cedências continuam explícitas, assim como a verdade e a fidelidade, inclusive em tempos desprovidos de valores, como os atuais. Somos seres fieis? O nosso individualismo implica relacionamentos sem futuro ou obsessivos? Ambos os programas são conduzidos pela doce e participativa Diana Chaves.

 

    Do outro lado da janela, pela TVI, o programa em que o que importa é copular e alimentar conflitos, através de corpos perfeitos revestidos de mentes vazias, - Love on Top -, emergiu o vazio First Dates, dinamizado por Fátima Lopes, naquele que não é o seu habitat e Ruben Rua, capaz de despertar o desejo de ambos os sexos ou de ferir a confiança de muitos dos pretendentes. Sem qualquer análise comportamental, um espaço no qual pouco ou nada se aprende, entre encontros pautados pela inércia.

 

vip-pt-36482-noticia-first-dates-tentei-falar-mas-

 

    Por parte da SIC saliente-se o magnífico casting levado a cabo. Mas, existirá fórmula para o amor?

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    P. P. 07.01.2019

    Eu até gosto de coachs.
    Ao ver o erro dos outros, aprendo a não repeti-lo (ou pelo menos, tento)
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Direitos

    Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

    Arquivos

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D