Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

O Diário da Gratidão - um não à banalização

Janeiro 14, 2019

P. P.

diário da gratidão

 

 

 

 

    Desde o início deste ano, ao aceder à área Leituras, do Sapo Blogs, tenho vindo a deparar-me com pequenas publicações diárias, referentes à Gratidão. Não as leio. Em meu entender, trata-se de uma prática que não deve ser vulgarizada e que é da esfera pessoal. A partilhar, que se trate de algo que possa ajudar outras pessoas. Afinal, ainda há uma margem entre a blogosfera e a generalidade das redes sociais. Um blogue não deve ser um espaço egocêntrico, capaz de espelhar um Eu repleto de filtros. 

 

    O sentimento de gratidão tem grande importância para a felicidade e para a saúde mental dos indivíduos. Os benefícios são muitos, como por exemplo:
- promover a saúde, ao nível emocional e físico;
- fortalecer os relacionamentos profissionais,
- melhorar o desempenho profissional,
- estimular o impacto social positivo e
- promover o autoconhecimento.

 

 

Nas nossas vidas diárias, devemos perceber que não é a felicidade que nos torna agradecidos, mas é a gratidão que nos faz felizes.

Albert Clarke, fotógrafo britânico

 

    A tarefa em questão permite-nos constatar que há quem não ande, não tenha comida, um teto,... que o melhor da vida não é comprado. Enquanto reclamamos de forma desalmada, há quem esteja preso a uma cama de hospital, morra lenta e dolorosamente, esteja acorrentado,... Quantas barreiras já ultrapassamos até à atualidade?

 

     Como já foi referido, levar avante um diário de gratidão pode ter muitas vantagens. Quando escrevemos algumas frases, antes de dormir, temos a oportunidade de expor e refletir a respeito das nossas alegrias e preocupações, podendo escrever livremente, principalmente nos momentos em que estamos sozinhos e não temos ninguém para nos ouvir. Importa que esta prática torne-se uma pequena terapia gratuita, para a autoajuda e a auto-cura. Desta forma, podemos aprender a valorizar os aspetos positivos da vida, além de seguir um percurso de auto-conhecimento rumo à felicidade. Um diário de gratidão pode-se tornar uma boa oportunidade para observar, reconhecer, aceitar e processar as nossas emoções ao fim de um dia.

 

    Um diário de gratidão pode ser elaborado num caderno, numa agenda, ou caso opte por comprar, tem este na WOOK.

 

 

11 comentários

  • Imagem de perfil

    Sofia 14.01.2019

    Ora, aqui está a falar que me faltava " correntes"!
  • Imagem de perfil

    P. P. 15.01.2019

    Um bom conceito e pertinente.
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.01.2019

    Detesto aquelas mensagens que me enviam e tens que enviar de volta a x pessoas. O botão delete é muito usado.🤣
  • Imagem de perfil

    P. P. 15.01.2019

    Eu não respondo.
    Só envio caso ache giro, sempre com a intenção de que não reenviem.
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.01.2019

    Não, acho piada a nenhuma!🤣 Depois, ainda dizem se não enviares tens uma data de anos de azar.lol
  • Imagem de perfil

    P. P. 15.01.2019

    E eu penso "para os que já tive, se tiver mais estou cá para enfrentá-los".
    Antes da internet já existia esta tendência, por cartas. Detesto.
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.01.2019

    Cartas? A sério?🤣
  • Imagem de perfil

    P. P. 15.01.2019

    Sim, tinhas de reenviar o conteúdo para 20 pessoas.
    Uma vez, em fase de azar, o meu pai incumbiu-me dessa tarefa. Que pesadelo.
    E escrito à máquina!
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.01.2019

    Isso é que é um pesadelo!
  • Imagem de perfil

    P. P. 15.01.2019

    Creio que fazia algumas citações religiosas.
    Já nem me recordo. Que pesadelo.
    Até que ganhei coragem e sempre que detetava uma carta do género (nem era preciso abrir), logo a colocava no lixo.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    Direitos

    Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D