Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

On Top na Prostituição... Não é Fácil de Entender

Agosto 07, 2018

P. P.

   No dicionário da Priberam procurei o significado de "prostituição".

Eis o resultado:

 

 

(prostituir + -ção)

nome feminino

1. Ato ou efeito de prostituir.

2. Atividade de quem obtém lucro através da oferta de serviços sexuais.

3. Vida desregrada de devassidão. = LIBERTINAGEM

4. O conjunto das pessoas que se prostituem.

5. Profanação.

6. Servilismo degradante.

 


"prostituição", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa , 2008-2013,
 
  

bear-ceramic-bear-ceramic-figure-165746.jpg

 Photo by Mabel Amber from Pexels

 
 
 
   Como definir um programa da TVI, cujo nome remete-nos a "Acima de Tudo, o Amor", para o qual os participantes são contratados, por forma a praticar sexo, entre elementos de diferentes géneros? E o que dizer a respeito dos intervenientes? 
 
   Penso nunca ter visto este programa na íntegra, no canal generalista, mas ontem, dediquei algumas horas a visualizar o canal específico da TVI, dedicado a este programa. Em certo momento, um rapaz disse: -"Aquela que mais me seduz é a que tem uma tatuagem na bunda." Outro questionou-o, rindo com os restantes: - "O que tu queres é ver a tatuagem que tem à frente!". Deixemo-nos de moralismos. De facto, é o que ele e os outros pretendem dada a faixa etária e valores. Mas o que aprendemos com este programa? Que algumas mulheres gostam de ser encaradas como objetos de desejo? Que uns homens com o corpo cuidado dos pés à cabeça repudiam uma brincadeira mais ousada por parte de outro colega, dado comprometer, ao que parece, a sua masculinidade? Que...
 
   Para mim, não é fácil entender.
Intervenientes que se dedicam à prostituição na televisão e concomitante promoção dos serviços?
 
Um público que se excita e/ou masturba perante corpos trabalhados, independentemente das sinapses e do número de palavras proferidas por minuto? 
 
É isto?
O que vos parece?
 
10.º blogue mais comentado do dia.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    P. P. 09.08.2018

    Além da ideia da juventude eterna...
    Da idade deles, o que já não tínhamos feito? O que já não conhecíamos da vida? Embora, admita uma dose de inveja por nunca ter tido um corpo assim. Tão exagerado/trabalhado também não... E com tantas tatuagens. Mas nada mais além disso. Aliás, se estiver com uma mulher lindíssima, mas que ao abrir a boca seja algo "pirosa", perde todo o encanto. O mesmo se aplica aos homens. Valorizo a conversa, a troca de ideias,... Aliás, é algo que constato com frequência na minha profissão. Nem sei porque recorrem a tanta maquilhagem, sejam vaidosas(os) ao vestir e visitem, todas as semanas, a cabeleireira.
  • sabes que isto do corpo está apenas e só na nossa cabeça, sempre fui magra "exageradamente para os canônes das aldeias" e vivia com esse trauma, da magreza e de ser mais alta que a maioria, gazela, girafa, cegonha eram os nomes que ouvia hoje??? nada do que me dizem do meu corpo me vai afectar. Acho que ter começado a praticar Yoga veio mesmo mudar a minha visão de mim mesma. Ou a idade!!! Mas juro que não compreendo esta geração de mentes vazias, da cultura da aparência, do ócio... se lhes dizem que estão gordos vão a correr para o ginásio, mas se lhes dizem que são burros, ninguém se vai matricular numa escola!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Direitos

    Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

    Arquivos

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D