Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

Por falar de Sarampo

Março 30, 2018

P. P.

 

Sarampo DGS

 

 

   A vacinação, de acordo com o Programa Nacional de Vacinação, é a principal medida de prevenção, é gratuita e está disponível para todas as pessoas presentes em Portugal.

   O sarampo é uma das doenças infeciosas mais contagiosas podendo provocar doença grave, principalmente em pessoas não vacinadas.

 

 

 

 

Neste sentido a Direção-Geral da Saúde informa:

 

  • O vírus do sarampo é transmitido por contacto direto com as gotículas infeciosas ou por propagação no ar quando a pessoa infetada tosse ou espirra. Os doentes são considerados contagiosos desde 4 dias antes 4 dias depois do aparecimento da erupção cutânea;

 

  • Os sintomas de sarampo aparecem geralmente entre 10 a 12 dias depois da pessoa ser infetada e começam habitualmente com febre, erupção cutânea (progride da cabeça para o tronco e para as extremidades inferiores), tosse, conjuntivite e corrimento nasal.

 

   As pessoas que já tiveram sarampo estão imunizadas e não voltarão a ter a doença.

Em pessoas vacinadas a doença pode, eventualmente, surgir com um quadro clínico mais ligeiro e menos contagioso.

 

 

Recomenda-se que:

  1. verifique o seu boletim de vacinas; se necessário vacine-se e vacine os seus;
  2. se esteve em contacto com um caso suspeito de sarampo e tem dúvidas ligue para o SNS24 - 808 24 24 24
  3. se tem sintomas sugestivos de sarampo evite o contacto com outros e ligue para o SNS 24 - 808 24 24 24 .

 

Artigo elaborado de acordo com as diretrizes da DGS emanadas às Escolas

8 comentários

  • Imagem de perfil

    P. P. 01.04.2018

    Oh, não vi.
    Será que ainda está disponível nas gravações automáticas? Durante a noite quase não vejo TV. No dia seguinte opto por rever a gravação dos meus dois programas preferidos.
    Autismo e vacinação... Não acredito. Os meninos já nascem autistas. E como diz o meu psicólogo clínico, "todos temos um pouco de autistas". A verdade é que, à semelhança do que estudei há tantos anos atrás, em didática das ciências II, as multinacionais são aquelas que "alimentam" a investigação. Não os governos, pois esses estão sempre mais preocupados em roubar (ups, "despistar"). Ex: quando lemos aquelas notícias acerca do quanto faz bem Coca-Cola para evitar x, y, z ou até o Café, há sempre uma indústria, e com alguma razão, que impele os investigadores a optarem por determinada postura/ideologia.
    Continuo a defender que os pais devem ser responsabilizados quando negam determinados "tratamentos" e/ou "cuidados preventivos". E com multa pesada. Corta-se o mal pela raiz.
    Abraço
  • Imagem de perfil

    MJ 02.04.2018

    Acabei de confirmar. Ainda podes ver, mas amanhã, ou seja hoje, 2a. feira, deve ser o último dia.
    Consegues pôr a gravar? É interessante. Uma das situações que discutiram foi o número de vacinas que se dão a bebés até aos três - penso serem três - meses, numa fase em que o sistema nervoso central se está a desenvolver. Podem afectar, ou não, um desenvolvimento saudável?
    Se te interessas por esta temática não percas.
    Há um pai que diz não vacinar os filhos e justifica porquê.
    Os pais responsabilizados? Ui, não me parece fácil, se bem que concorde que se tomasse essa medida.
    Depois há outros interesses como o das industrias, muitas delas intocáveis como as farmacêuticas, etc.
    Enfim, um problema complexo, ou melhor, mais um.
  • Imagem de perfil

    P. P. 02.04.2018

    Obrigado!!!!
    Amanhã (hoje) verei.
    O SNC em desenvolvimento... Então nos homens, a maturação é bem mais tardia, mas em ambos os sexos vai além dos 3M
  • Imagem de perfil

    MJ 02.04.2018

    Ai é? Nos homens a maturação é mais tardia? Estamos sempre a aprender.
    Depois diz o que te pareceu, qual a opinião com que ficaste dos testemunhos e argumentos apresentados.
  • Imagem de perfil

    P. P. 02.04.2018

    Um excerto de um trabalho científico, de 2010, que sem querer, nem refere essa barreira dos 3M:
    "Durante muito tempo, a maioria das pessoas acreditou que a vida tinha seu início no nascimento, entretanto, atualmente discute-se em que ponto a vida inicia, ponto em comum é que torna-se essencial o desenvolvimento fetal adequado, uma vez que distúrbios neste período podem alterar o processo normal de desenvolvimento. O sistema nervoso surge entre a terceira e a quarta semana após a fecundação, inicia-se a partir da ectoderme, uma diferenciação celular que forma a placa neural. Posteriormente durante o desenvolvimento a placa neural será transformada em tubo neural, onde cada região desse tubo dará origem a diversas partes do sistema nervosa central.

    Quando nascemos nossas funções são exercidas principalmente por padrões geneticamente determinados, ou seja, por instintos e reflexos. A medida que a criança vai crescendo os padrões de reflexos sedem seu lugar a atividades mais organizadas e dirigidas, como por exemplo, os movimentos voluntários das mãos a partir do 3º mês de vida.

    Logo após no 6º mês a criança já terá desenvolvido áreas motoras e corticais do cérebro, obtendo dessa forma maior equilíbrio e integração entre o que vê e escuta. Aos 2 anos suas habilidades motoras estão melhor desenvolvidas e assim conseguindo vestir roupas simples. A maturação de regiões ligadas ao julgamento e programação de atividades dará a criança aos 4 anos, a capacidade de julgar certo e errado e também organizar brincadeiras.

    È observado durante a maturação e desenvolvimento cerebral que ocorrem várias fases, intercalando fases rápidas de desenvolvimento com fases mais lentas, onde ocorre a estabilização das funções que foram desenvolvidas nas fases mais rápidas. Percebe-se, portanto, que o estudo do sistema nervoso central torna-se de fundamental importância, uma vez que qualquer alteração durante o processo de sua formação poderá acarretar em problemas cognitivos que alterarão o comportamento do indivíduo gerando prejuízos nas esferas sociais, familiares e ocupacionais do sujeito. Lembrando que esta maturação se dará frente a um ambiente que pode ser estimulante ou não sendo assim questões biológica, genéticas e ambientais andam de mãos dadas para o bom desenvolvimento de nossas crianças e de nos mesmos. A psicologia enquanto ciência que tem por objeto de estudo o comportamento, uma visão renovada e interdisciplinar certamente será mais produtiva para compreender a complexidade do ser humano quanto ao seu comportamento."
  • Imagem de perfil

    MJ 02.04.2018

    Obrigada por este comentário, aprendi muito com ele, acredita.
    O desenvolvimento da criança no seu todo, mas em particular a parte que remete para o desenvolvimento do sistema nervoso é absolutamente fascinante.
    A minha área não é esta. Sei, tenho conhecimento do, digamos, básico, não mais do que isso, logo...?
    Logo fiquei com imensa vontade de ler mais alguma coisa sobre este mundo maravilhoso que é a vida, o seu surgimento e desenvolvimento.

    Mais uma vez obrigada.
    Abraço.
  • Imagem de perfil

    P. P. 03.04.2018

    O teu comentário fez-me recordar os tempos em que podia ser livre, como professor. Tinha uma coleção de vídeos da BBC (creio que 3 k7) sobre a vida humana, desde a fecundação até à nossa velhice, abordando os diferentes sistemas. Vieram tecnologias que afinal, apesar da melhor imagem e som, perdem os dados num ápice. Os miúdos adoravam aquilo assim como eu. Também naqueles tempos, refiro-me ao início da 1.ª década deste século, o Odisseia e o NGC transmitiam documentários fascinantes (estou na dúvida entre o NGC ou o Discovery). Tive turmas com as quais acordava que iríamos ver o documentário X e debatê-lo na aula. Para quem não tivesse acesso aos canais fazíamos um apanhado geral. Quando estes passavam durante a semana, como não tinha Tv por satélite em Trancoso, um ou dois alunos ficavam incumbidos deste resumo.
    Atualmente, não entendo a filosofia da programação destes canais. Pena não termos o Science et Vie francês. De resto, por exemplo, o que tem o canal de história a respeito desta área? E até os dois que mencionei. Dar protagonismo a criminosos passou a constar da programação. Enfim...
    Já tive alunos brilhantes, no interior e na Serra! E o prazer que tinha ao lecionar esta área...
    Abraço.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Direitos

    Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

    Arquivos

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D